Sistema de gestão para controle de gado e fazenda

De modo geral, o sistema é entendido como um conjunto de elementos, que são divididos em partes e processos menores do que o todo. Portanto, dentro de um ambiente rural, é preciso definir o sistema para fazenda, para que se possa investir na organização das atividades.

 

Dentro desse contexto, é necessário falarmos sobre os sistemas para produção da fazenda, também conhecido como sistema pecuário. Nesse universo, é preciso entender bem sobre os fatores que influenciam na produção animal.

               

Sendo assim, além dos conhecimentos básicos sobre a criação de gado de corte e de leite, é requisito entender sobre comportamento animal e toda a cadeia que circunda esse gado.

Pensando nisso, trouxemos esse artigo para conversarmos um pouco sobre esses tópicos. Quem sabe a gente não traz uma informação inovadora para o seu rebanho.


1.Sistema da Fazenda

Tanto para o sistema de cultivo de plantas, como o sistema de criação de gado, podemos elencar dois tipos de sistema utilizados: o intensivo e o extensivo.
O primeiro é caraterizado pelo uso indiscriminado de insumos agrícolas. Ou seja, é aqui que o pacote tecnológico da revolução verde é ovacionado. Desse modo, todo esse aparato é direcionado ao aumento da produção.

Nesse contexto, as alterações ambientais e o bem-estar animal são desconsideradas. Logo, grandes áreas são destinadas a monocultivos, e pequenas áreas abrigam milhares de animais.

Já o sistema extensivo visa o uso de práticas tradicionais. Aqui você encontrará um sistema para fazenda mais diversificado. Ou seja, áreas cultiváveis com diversas espécies, com rota de culturas, e pasto proporcional ao número de cabeças.

Sendo assim, o sistema extensivo é o mais indicado se você não quer causar grande impacto no meio ambiente, e de quebra, quer entregar um produto de qualidade.

Qual desses seria o melhor para o sistema de criação de gado? Além dos dois sistemas mencionados acima, existe o sistema semi- intensivo, que mesclaria o sistema extensivo com alguns implementos. O problema desse último é que de certo modo haveria superprodução.

Desse modo, seria necessário investir no maior número de salas de ordenha, bem como de grandes espaços para o resfriamento do leite.

2.Sistema da Pecuária da Fazenda

Existem alguns elementos menores dentro do sistema para fazenda destinado a pecuária. Esses elementos devem ser bem definidos para que a produção seja de qualidade. Esses elementos são o controle do gado, o controle reprodutivo e o controle de ordenhas.

O sistema de controle de gado é um manejo, ou seja, é um modo de direcionar a sua produção. É aqui que você consegue acompanhar a evolução do seu gado. A partir disso, é possível identificar as categorias de gado leiteiro, os de alta e de baixa potência de produção. E por meio disso, identificar soluções para melhorar o potencial desses.

Portanto, como realizar esse controle de gado no sistema para fazenda? De acordo com a Embrapa Gado de Leite, o controle é feito por meio da análise do leite do gado. Primeiramente, deve ser realizado uma pesagem mensal do leite. Para isso, deve-se ordena de duas ou três vezes diariamente.

Esse procedimento deve ser realizado em todas as vacas em lactação, e por controladores credenciados, ou pelo próprio proprietário. Se você deseja entender o passo a passo do controle do gado leiteiro, basta acessar este link.

O sistema de ordenha é considera uma atividade cuidadosa, e que exige muita atenção. É esse procedimento que garante a produção do leite do seu sistema para fazenda, além, claro, dos cuidados pré-produção leiteira, como bem-estar animal e alimentação.

Para tanto, se faz necessário que a sua ordenha seja extremamente higiênica. Sendo assim, se faz necessário limpar as tetas, as instalações e os equipamentos corretamente.

Outro ponto que é válido ressaltar é que a limpeza não ajuda apenas na qualidade do leite, mas também auxilia na saúde do rebanho. Um espaço limpo garante, o que os pesquisadores chamam de saúde úbere dos rebanhos.
Mas que ver esses passos a serem seguidos mal sabe que manter as testas limpas do gado é uma atividade difícil. Devido isso, é comum o gado apresentar algumas doenças na região.

Uma delas é a mastite, um processo inflamatório que acomete as vacas leiteiras. Essa enfermidade é caracterizada inflamação da região secretora. O tipo mais comum de mastite é a ambiental
Ela causada pelos microrganismos presentes no ambiente onde a cada se encontra. Logo, esses organismos podem vir do esterco, do barro e até da água. Daí a importância de manter o local sempre limpo, bem como as tetas.
O sistema de controle reprodutivo garante a eficiência do seu sistema para fazenda. Isso porque é garante a produção sem desperdício, seja pela falta de material ou pelo excesso.

Para isso, é necessário ficar de olho no período reprodutivo do gado para termos noção do rendimento da fazenda.
Para a realização desta atividade você vai precisar dos serviços de um zootécnico, profissional especializado no trato animal.  Este profissional irá gerar dados para medir e prever o período reprodutivo do gado.


A seguir falaremos dos indicadores calculados e utilizados para o controle reprodutivo do gado

Intervalo entre partos: essa variável indica o tempo entre um parto e outro de uma vaca. De modo geral, esse intervalo compreende 12 meses.

Taxa de inseminação/serviço: essa variável indica quantos animais estão aptos a inseminação. Por exemplo, em um rebanho com 200 animais, 100 animais podem ser inseminados, e o restante já sofreram esse processo anteriormente. De posse desses dados podemos calcular a taxa de inseminação, dividindo os indivíduos a serem inseminados pelos demais.

Taxa de Prenhez: essa variável indica a quantidade de vacas, em porcentagem, que estão prenhas durante o período de 21 dias.  As vacas analisadas são aquelas aptas a serem inseminadas. Do mesmo modo da taxa anterior, a taxa de prenhez pode calculada facilmente. Basta que você divida o número total de vacas que podem ser inseminadas pelas vacas já gestantes.

Taxa de concepção: por último, esta variável indica as vacas gestantes do seu sistema da fazenda. Para calcular a taxa de sucesso da inseminação basta dividir o total de inseminadas pelo total de vacas gestantes por um certo período.

Repense o seu sistema, e considere as nossas dicas para um melhor resultado.

 

Controle de gado com SoftPec! Registre seus animais facilmente, e comece agora mesmo a controlar seu gado

Clique aqui, cadastre-se agora e ganhe 10 dias gratuito para utilizar o sistema SoftPec ERP

ORGANIZE SUA PROPRIEDADE DE FORMA FÁCIL E SEM COMPLICAÇÕES

Vantagens de utilizar o
Software para Pecuária | SoftPec

Trabalhamos pensando no crescimento de sua fazenda ou propriedade. Veja abaixo algumas vantagens de utilizar o Sistema de Gestão Pecuária SoftPec

Sistema em Nuvem

Você não fica preso a um computador para acessar seus dados. Acesse de qualquer local ou dispositivo com acesso à internet.

Funcionalidades Integradas

Cadastre seus clientes, emita cobranças, notas fiscais. Registro de vendas, compras e muitos mais para sua facilidade.

Cadastros e Relatórios

Cadastros fáceis de utitilizar e relatórios eficientes. Trabalhamos para sempre extrair os melhores resultados em sua empresa

Financeiro

Controle financeiro de fácil entendimento. Tenha controle sobre suas contas a pagar e a receber

Controle de Vacinações

Não confie na memória ou em papéis, cadastre no SoftPec todas as informações necessárias para o acompanhamento das vacinações de cada animal.

Acompanhamento de Pesagens e Lactações

Cadastre as pesagens dos animais e tenha um controle de qual animal está rendendo mais para sua propriedade. Saiba as vacas que estão em lactação e os periodos secos.

Produção e Reprodução

Acompanhe facilmente todo o processo de reprodução de cada animal, saiba em qual ciclo se encontra cada um.

Matrizes a desmamar

Identifique as femeas que poderão iniciar um novo ciclo reprodutivo.